O hábito da depilação íntima total , ficou conhecido popularmente em todo o mundo como “Depilação à Brasileira”. Isso porque,  foi aqui no Brasil, que o método se tornou febre entre mulheres de todas as idades .Com as mais variadas justificativas , as Brasileiras aderiram à essa moda , Mas será que pode ?

                Vamos discutir algumas verdades e mentiras sobre esse tão polêmico estilo de depilação.

  • “Os pelos pubianos não servem pra nada”  -  MENTIRA  . Os pelos pubianos têm uma importante função de proteção! Sem eles a entrada da vagina e da uretra ( canal por onde urinamos ) ,ficam desprotegidas. Isso favorece o desenvolvimento de infecções ginecológicas e urinárias .

  • “Os pelos são anti – higiênicos”  - MENTIRA . A presença de corrimento genital com odor fétido , não é causado pelos Pelos. Mas , sim por infecções da vagina ou hábitos deficientes de higiene. Portanto , retirar os Pelos , sem tratar a causa do problema , não vai resolver nada .

  

  • “Mulheres que não depilam , são desleixadas “– MENTIRA. Você pode aparar os pelos em excesso      ( da virilha, por exemplo)e reduzir o comprimento. É isso que as mulheres do mundo inteiro fazem !

  • “Os pelos atrapalham na relação sexual” – MENTIRA . Os pelos têm também a função de diminuir o atrito nas relações sexuais. Sem eles a pele fina dos genitais fica muito exposta , podendo ser causa de ardência e queimação durante ou após o ato. O contato direto do absorvente íntimo atritando com a pele sem proteção  , durante o período menstrual  , também é causa de desconforto e coceira .

  • “Os homens preferem a depilação total” – HÁ CONTROVÉRSIAS .

“A empresa norte-americana Nad’s realizou um estudo para saber quais eram as preferências masculinas com a depilação das mulheres, e descobriu que o estilo brasileiro, em que elas tiram todos os pelos da virilha, não é o que mais agrada. O levantamento feito com mil homens mostra que:

 – 43% dos entrevistados preferem a depilação denominada “Triângulo das Bermudas”, sem pelos somente nas laterais.

 – 17% preferem a depilação em estilo retangular, chamado pela pesquisa de “pista de pouso”;

 – 15% que preferem a depilação artística, em formato de coração  

 – Apenas 12% elegeram a depilação brasileira como ideal.

 Sue Ismiel, CEO da empresa, falou sobre a pesquisa. “A opinião popular mostra que ter alguns pelos é mais sexy do que tirá-los por completo”. Apesar do estudo contemplar apenas os norte-americano, a nova descoberta pode ser uma boa notícia para as mulheres que gostariam de fazer uma depilação menos dolorosa. “   

Pesquisa realizada pelo site C-date com seus usuários levantou, no universo masculino, qual a preferência que eles têm quando o assunto é a depilação íntima feminina. Segundo o levantamento:

-  68,05%  tipo "lisinha" é a preferida dos homens. Os entrevistados afirmam que a versão da virilha sem pelos é mais atraente porque facilita a prática do sexo oral e o estímulo visual.

-  22,75%  tipo moicano, também conhecido como depilação bigodinho, que mantém apenas uma faixa de pelo é o segundo mais sensual na opinião deles.

- 4,75% disseram preferir depilações divertidas no formato de coração, estrela ou outros desenhos geométricos.

- 4,45% dos homens entrevistados disseram que gostam das mulheres que não depilam a área íntima.

  • “A depilação total aumenta a chance de adquirir certas DST ( Doenças Sexualmente Transmissíveis) “ – VERDADE. A falta dos pelos , permite que as secreções do parceiro entrem em contato direto com a pele depilada.  Mesmo com o uso de preservativos ( que protegem apenas o pênis ), pode haver contato com a bolsa escrotal e regiões próximas ao genital , que podem apresentar  lesões  . Assim, a contaminação com o Vírus da Herpes e HPV , por exemplo , pode ser facilitada. Há ainda que se considerar que , pelo uso de lâminas ou cera depilatória , a vulva pode apresentar pequenos corte , às vezes invisíveis ( microabrasões ) , que aumentam ainda mais o risco do contágio .

  •   “A depilação total aumenta  a possibilidade de desenvolver Alergias” – VERDADE. A pele do genital é úmida por natureza e apresenta odor característico. O uso indiscriminado de sabonetes íntimos , cada vez mais perfumados e potentes , pode promover a remoção do manto lipídico da pele ( fina camada protetora) predispondo o contato direto de agentes químicos e germes com a pele desprotegida .

  • “Não posso depilar enquanto estiver com aquelas bolinhas”‘– VERDADE . Quando você depila , principalmente com uso de lâminas , ocorre uma escoriação da pele que predispõe a infecção da raiz do pelo, formando aquela “bolinha amarelinha” (foliculite) .  Nessa secreção, há proliferação de bactérias que podem se espalhar para os outros pelos , causando um quadro de abscessos e até celulite.   

 

  • “A mulher se sente mais sedutora sem pelos “ – Há CONTROVÉRSIAS. Uma grande parte das mulheres se sente muito “infantil” com a genitália toda depilada, outras se sentem constrangidas porque a aparência do seu genital não lhes agrada. Atualmente, com a grande exposição na mídia dos corpos femininos nus , as mulheres começaram a fazer comparações e ,embora não exista um padrão de “ beleza” estabelecido ,  muitas acabam prejudicar sua vida sexual . Por outro lado , aquelas mulheres jovens que apresentam pelos brancos , podem se sentir mais confiantes com a depilação total .

  •  “Isso é moda !” – Provavelmente seja VERDADE. Já houve a moda das sombrancelhas finas , do cabelo volumoso , da calça de boca de sino ,etc...  Nós mulheres , gostamos de novidade , não é mesmo ? Mas , depois que todo mundo está igualzinho , a gente começa a achar legal aquele que era  diferente. Então ...

 

      Agora você já pode escolher melhor qual será seu “estilo íntimo “. Independente de tendências e modas, você precisar estar  de bem com você mesma , feliz e saudável .  No próximo post , vamos conversar sobre Dicas para facilitar a depilação íntima.  Grande abraço.    

Depilação
Íntima Total ,
Pode?!

Drª Alexandra Valverde

CRM - PR 19171

R. Piratininga 83, sala 02 - CEP 87200-163  -  Zona 1 - Cianorte PR

Fones : ( 44) 3401-0839 / (44) 9 9722-0987

e-mail : alexandra_gineco_logia@outlook.com